UFPR: um vestibular de fases!


Nem todos os vestibulares são iguais. Por isso, pra você ficar ligado(a) em tudo que te espera nessa maratona.

Conheça como funciona o vestibular da Federal do Paraná

Conhecida como a universidade mais antiga do país, a UFPR tem campi na capital Curitiba e em outras cidades, como Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina, Pontal do Paraná e Toledo.

São mais de 100 cursos de graduação na instituição, que ainda conta com 212 programas de pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado).

Vagas

Das vagas oferecidas pela UFPR, 50% são de concorrência geral e 50% para estudantes que têm direito ao sistema de cotas.
Fiz o Enem em 2015, posso entrar pelo SISU?” Sim!  A seleção dos candidatos às vagas disponibilizadas por meio do Sistema de Seleção Unificada será feita exclusivamente com base nos resultados obtidos no Enem 2015. São 30% das vagas nos cursos de graduação oferecidos pela universidade para ingresso no ano de 2016.

 – Porém, é importante saber que estão excluídos das vagas ofertadas ao Sisu os cursos com processo seletivo de características especiais: Arquitetura, Design, Música, Estatística, Matemática e Matemática Industrial. – 

 

Como são as provas?

São duas fases, a primeira é eliminatória e a segunda é classificatória. A primeira vale 80 pontos, com a prova de Conhecimentos Gerais, constituída por 80 questões objetivas de múltipla escolha.

O conteúdo é dividido em 9 questões de cada uma das matérias de Matemática, Física, Química, Biologia, Geografia e História; 8 de uma Língua Estrangeira (escolhida pelo estudante) dentre as seguintes: Alemão, Espanhol, Francês, Inglês, Polonês, Japonês e Italiano; e 18 questões de Português, sendo 12 referentes à Língua e 6 à Literatura Brasileira.

Passando para a fase classificatória, você encontrará a prova de Compreensão e Produção de Textos, comum a todos os candidatos que participarem dessa fase, e de até duas provas específicas, segundo as opções dos cursos.

– A prova de Compreensão e Produção de Textos é constituída de 5  questões discursivas de valor variável, que totalizam 60 pontos. Para responder, não esqueça da caneta preta! – 

As provas específicas de Biologia, Física, Química, Matemática, Geografia, História, Sociologia e Filosofia tem o valor total de 40 pontos e são constituídas por 10 questões discursivas, valendo 4 pontos cada uma.

Para os cursos que apresentarem apenas a primeira fase e a prova de Compreensão e Produção de Textos, a pontuação máxima será de 140. Para os cursos com uma prova específica, a pontuação máxima será de 180.

Para os cursos com duas provas específicas, a pontuação máxima será de 220. Para os cursos com seleção especial, a pontuação máxima será de 340. Assim, a nota do vestibulando será obtida pela soma dos pontos de cada prova, sendo dividida pelo valor máximo de pontos possíveis nas provas previstas para seu curso e multiplicando-se o resultado por mil (precisa ser bom em matemática até para entender a avaliação!).

Fonte: http://blog.mesalva.com/