Atualmente localizada em Campinas, o Ensino Preparatório do Exército teve início em 1939, com a transformação do Colégio Militar de Porto Alegre em “Escola de Formação de Cadetes”. A sua missão é dar início à formação do oficial combatente do Exército Brasileiro, preparando o futuro cadete da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) e iniciar a formação do líder militar. Um dos destaques é a excelência na formação, fazendo com que o futuro comandante do combate moderno atue nos mais variados ambientes operacionais e culturais.

Na Escola Preparatória de Cadetes do Exército – EsPCEx, o ano escolar abrange o período letivo, o de recesso escolar e o período de férias, entre a cerimônia de conclusão do ano letivo e a apresentação, em janeiro do ano subsequente, na Academia Militar das Agulhas Negras – AMAN.

A seleção é feita anualmente, por meio de um concurso de admissão de âmbito nacional, no qual são oferecidas cerca de 400 vagas para o sexo masculino e 40 vagas para o sexo feminino.

A história da instituição tem início em 1810 e desde o princípio foi herdeira dos ensinamentos e da tradição bicentenária da Academia Real Militar. Atualmente, o curso tem duração de cinco anos. O primeiro ano do aluno se passa na Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), na cidade de Campinas, São Paulo.

Ao seu final, o concludente é declarado Aspirante a Oficial e recebe o grau de Bacharel em Ciências Militares, após ter cumprido uma grade curricular que inclui disciplinas ligadas às ciências humanas, exatas, sociais e militares inerentes às diversas especialidades que integram a Linha de Ensino Militar Bélica do Exército (Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia, Intendência, Comunicações e Material Bélico).

O ingresso na Aman ocorre exclusivamente por intermédio da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), situada em Campinas, São Paulo. As inscrições para o concurso acontecem anualmente nos meses de junho e julho e são feitas pela internet.

Criado em 1792, o IME é uma instituição pública ligada ao Exército Brasileiro que oferta cursos superiores na área de Engenharia. O IME é a terceira escola de engenharia mais antiga do mundo e a primeira das Américas. Confira as especialidades contempladas pelo curso de formação e graduação (CFG): Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Química, Engenharia Fortificação e Construção (Civil), Engenharia Mecânica e de Armamento, Engenharia Comunicações, Engenharia Mecânica e de Automóveis, Engenharia Materiais, Engenharia Cartografia e Engenharia da Computação.

Os benefícios para os alunos da ativa são os seguintes: Alimentação, assistência médica e odontológica, alojamento (para os que necessitarem) e ajuda de custo mensal.

Para participar do Concurso de Admissão (ativa) é preciso ser brasileiro nato; ter no mínimo 16 (dezesseis) anos de idade, completados até 31 de dezembro do ano da matrícula no CFG do IME; e ter no máximo, 22 (vinte e dois) anos de idade, completados até 31 de dezembro do ano da matrícula no CFG do IME; e ter concluído ou estar cursando a última série do Ensino Médio. Para a reserva os critérios são similares.